FECHAR
Faça login para acessar a Intranet
OSM

Os Modelos Organizacionais

Artigo publicado em 14/08/19 por: Gustavo Junior
Não perca mais tempo Contrate agora a melhor consultoria empresarial para o seu negócio.
Contrate a RPM agora mesmo.

A organização das empresas ocorre através da necessidade de compor os cargos e suas funções, objetivando atingir perceptibilidade dentro do âmbito empresarial. Em outras palavras, as organizações se estabelecem com o propósito de suprir as suas necessidades, e são três os modelos de organizações mais conhecidos: Organização Linear, Organização Funcional e Organização Linha-Staff.

A Organização Linear (acredita-se que seja esta a mais antiga), possui grande referência no arranjo das tropas militares; seu nome refere-se às linhas que ligam diretamente as autoridades aos seus subordinados, que também caracteriza a forma de comunicação.Deste modo, há uma centralização do poder das tomadas de decisões ao que se encontra no topo da pirâmide, ou seja, é esta autoridade que detém o poder máximo e realiza as decisões e mantém o controle. Seu organograma é piramidal, desenhando a detenção de tomada de decisões na mão de poucos.

As vantagens apresentadas por este tipo de organização são: a ordem simples e de fácil entendimento, fazendo com que o subordinado se relacione apenas com o seu superior.Há uma demarcação notável da responsabilidade de cada setor, impedindo que um supervisor interfira na área que não é de sua incumbência; apresenta ainda uma facilidade para implantação devido seu organograma. Seu uso é indicado para empresas de pequeno porte ou na fundação de uma, pelo fato de centralizar o poder e o comando da gestão.

Em contra partida as desvantagens apresentadas são a rigidez e inflexibilidade no relacionamento profissional, o que impossibilita a adaptação às mudanças impostas pelo ambiente externo, bem como a inovação que geralmente é quase habitual. Outros agravantes ocorrem pela detenção de poder pela cúpula, que pode gerar uma ausência de cooperação entre os setores e colaboradores; como a comunicação ocorre de forma única com seu superior pode acarretar ainda distorções durante a transmissão de uma mensagem. 

Percebe como este tipo de organização se limita a todo instante e em tudo? Este método foi defendido por Henri Fayol, ficando conhecida como Teoria Clássica da Administração (Fayolismo).

A Organização Funcional, traz a criação dos departamentos (marketing, vendas, compras, etc), ou seja, é organizada pelas funções setoriais. Perceba que na organização linear os gestores devem saber de tudo um pouco, aqui eles devem ser especialistas na área em que estão imersos, e buscam dividir os conhecimentos com os demais.Um subordinado pode se reportar a vários superiores de acordo com sua necessidade e o conhecimento daquele, assim um setor se interliga com o outro, as tomadas de decisões não ocorrem na cúpula, mas são de responsabilidade do especialista. 

Assim, constrói-se profissionais cada vez mais especializados, ocasionando em uma vantajosa supervisão técnica, e há uma separação das funções de planejamento e de controle. 

As desvantagens da organização funcional é a vasta insubordinação, os possíveis conflitos entre os especialistas que buscam expor e manter a decisão com aporte em sua visão e conhecimentos, e a solvência da autoridade. 

O último modelo que explanaremos é a Organização Linha-Staff; ela se resume à junção do modelo linear e funcional, com a finalidade de banir as desvantagens e potencializar as vantagens apresentadas por estes dois modelos.

Os setores são separados pelos órgãos de Linha (responsáveis pela execução das atividades) e Staff (órgãos que reportam apoio, sendo uma espécie de assessor).

As vantagens são a hierarquização, onde os órgãos (linha e staff) se reportam ao mesmo superior, a divisão do operacional e apoio, que acarreta num equilíbrio da realização das atividades, pois todos compreendem claramente o que deve fazer, gera uma grande interação entre os profissionais, visto a possibilidade de comunicação entre superior e subordinado. 

Suas desvantagens são as dificuldades de manter um equilíbrio entre a linha e o staff, que podem criar conflitos no dia a dia devido às visões e posturas diferentes frente a necessidade de resolução para um determinado problema, sendo possível ocorrer ainda uma instabilidade na hierarquia caso ocorra a falta de respeito, sendo necessário neste caso, realizar uma avaliação de desempenho (mas isto é assunto para nosso próximo bate papo).


Visualize o organograma destas três modalidades:

Agora que você compreendeu e visualizou os modelos organizacionais, convido-lhe a avaliar o modelo que sua empresa tem adotado e examinar se este tem sido o modelo ideal para ela.


Agradecemos pelo seu tempo! 

Eu sou Marília Maiara Alves de Paula, atuo como Consultora Júnior, e possuo uma enorme paixão por RH, gestão de pessoas e liderança.

Um forte abraço.

Contatos: (35) 3413-7000 / (35) 9.9968-7000 / rpmconsultoriaempresarial@gmail.com