FECHAR
Faça login para acessar a Intranet
Gestão

Como Tomar Decisões Difíceis

Artigo publicado em 01/07/20 por: Guilherme Machado
Não perca mais tempo Contrate agora a melhor consultoria empresarial para o seu negócio.
Contrate a RPM agora mesmo.

Como tomar decisões difíceis

A vida do homem é repleta de momentos de decisão. Alguns momentos requerem de nós decisões mais simples e outros decisões mais complexas, porém, já imaginou como seria se houvesse uma forma de tomar decisões sempre embasadas em algo concreto e com mais assertividade? É desse tema que se trata nosso artigo, e hoje daremos a você algumas dicas de como utilizar essa analogia em sua vida.

Precisamos inicialmente entender o que é uma decisão, você já parou para pensar nisso?

Se você parou para pensar nisso nesse momento, você já tomou uma decisão, e é isso, tão simples quanto parece ser: a decisão é o ato de escolher entre uma coisa que se está pensando e tomar uma ação. Toda decisão vem seguida de uma ação, ainda que essa ação seja sentar e esperar, que também corresponde a uma ação (embora seja a inércia), porém, por que algumas decisões são mais difíceis de serem tomadas do que outras?

A resposta à essa pergunta pode ser encontrada no fato de que algumas coisas se repetem com maior freqüência, enquanto outras não se repetem frequentemente, tornando a decisão mais complexa devido ao fato da inexperiência das decisões menos frequentes. Se você fosse um caçador e estivesse atrás da presa, o momento de atacar o animal seria mais fácil para você depois de fazer isso por várias vezes do que realmente pode ser nas primeiras tentativas. O próprio ato da persistência torna a tomada de decisão mais fácil, porém fácil não quer dizer previsível, quer dizer que suas chances de sucesso estão maiores devido à prática.

Quando tomamos como exemplo a experiência e a prática, as decisões se tornam mais claras e concretas, você sabe bem o que está fazendo e o que pode acontecer, porém, quando uma decisão surge repentinamente e é exigida uma ação rápida e eficaz?

Em momentos assim temos que colocar todo nosso equilíbrio em prática para que a decisão seja tomada com clareza. Algumas vezes a simples falta de foco pode acarretar em uma péssima escolha em alguns instantes, então lá vão algumas dicas para ajudar você quando a decisão difícil surgir:

Mantenha-se calmo. Pode parecer clichê, porém manter-se calmo é o que distingue os fortes dos fracos; aquele que mantém o sangue frio sempre sai vitorioso pois ele pensa com a mente e não com as emoções, além de conseguir avaliar o campo de batalha imparcialmente. A calma apazigua as situações e refrigera o pensamento daquele que a possui.

Tenha um parâmetro. Toda decisão tomada na subjetividade é mais difícil pois ela não tem parâmetros para serem analisados e não possui formas de ser mensurada. Olhe bem o problema e procure por parâmetros que o possam nortear de forma mais concreta na decisão.

Tenha um prazo. Toda decisão difícil deve levar em consideração um prazo para ser realizada. Colocar um prazo deixará sua mente ligada no que precisará fazer e ajudará a medir o tempo que lhe resta para a tomada de decisão.

Tenha um objetivo. Quando temos um objetivo a tomada de decisão fica mais clara, pois caminhando juntamente com a tomada de decisão precisa estar o objetivo, que deve ser coerente com ela. Essa dica facilitará sua relação com as decisões.

Leia frequentemente. Perceba que quanto mais você empenha seu tempo em livros e em estudo, mais claras ficam as ações que precisam ser feitas, se algo surgir em seu caminho repentinamente; o conhecimento adquirido pela leitura ajudará a nortear sua decisão. É impossível aprender tudo o que se precisa em livros, porém é fundamental que você tenha exemplos de muitas áreas para sempre ter um bom exemplo para seguir, e para isso você precisa de experiências e leitura, muita leitura e conhecimento que virá das páginas que forem analisadas com frequência.

Faça escolhas definitivas. O que tiver de fazer, faça agora e faça definitivamente. Defina escolhas na sua vida e procure não voltar atrás, postergar decisões definitivas pode atrapalhar seu processo decisório, uma vez que seu cérebro se acostuma com “empurrar” as decisões mais complexas e se acostuma com o marasmo das decisões mais simples e passageiras.

Não alimente vícios. Ser livre é uma benção, pois a partir da liberdade o homem consegue enxergar o que precisa para fazer com que sua vida finalmente ande na direção que ele sonha. Essa benção pode ser adquirida e para ser livre é necessário que se faça forte luta contra vícios e tudo o que domina seu cérebro, você precisa estar no controle o tempo todo.

Tenha em mente que erros são naturais na jornada. Errar também fará parte da sua jornada e é preciso lidar com os erros da forma correta, com análise e perdão. Analise o que foi o erro e como ele poderá ser evitado no futuro e perdoe a si mesmo para que você possa tentar novamente com maior chance de êxito dessa vez, errar faz parte do processo.

Ao analisar essas dicas você ficará melhor amparado para tomar decisões e com isso fará escolhas mais assertivas e definitivas durante sua jornada de vida. São essas escolhas que te farão mais próximo de seus objetivos ou não, então estude esse artigo e sempre busque melhorar suas ações com base em informações relevantes e úteis para sua vida.

A RPM consultoria é uma empresa que visa o crescimento de outras empresas com base na gestão e resultados. Conhecemos o valor de se tornar um bom empreendedor e acreditamos que a gestão pode mudar o mundo.

Esse post foi útil para você? Deixe o seu comentário e a sua opinião sobre nossos posts através das redes sociais da RPM:

Facebook: http://fb.com/RpmConsultoria

Instagram: http://instagram.com/rpmconsultoria.

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/rpm-consultoria-empresarial