FECHAR
Faça login para acessar a Intranet
Finanças

Como fazer a correta precificação do seu produto ou serviço

Artigo publicado em 02/09/20 por: Karina Navarrete
Não perca mais tempo Contrate agora a melhor consultoria empresarial para o seu negócio.
Contrate a RPM agora mesmo.

A precificação correta do seu produto ou serviço permite que você consiga fazer uma melhor gestão do seu negócio, conheça o seu ponto de equilíbrio, determine o seu planejamento de vendas e estabeleça o seu lucro desejado. Para que isso seja possível é necessário que você conheça o seu público alvo, sua distribuição, os custos e despesas, um pouco de matemática e um breve conhecimento de planilha de excel ou possua um software que te ajude nos cálculos.

O conhecimento do seu público alvo, que são os seus potenciais clientes, suas necessidades, desejos e hábitos de compra, são fatores determinantes para o conhecimento da sua demanda, ou seja, o quanto irá produzir e ofertar. O conhecimento da distribuição determina onde e como será promovido e os canais de comunicação utilizados.

 Quando falamos de custos e despesas é muito válida a ajuda do profissional contábil, que pode orientar na correta classificação de custos (aquilo que está diretamente ligado à produção e pode ser reduzido) e as receitas (aquilo que não tem ligação direta com a produção e pode ser cortado). Esse profissional, também, é quem executa os Demonstrativos de Resultado do Exercício que são utilizados nos cálculos necessários, e informa como e quais são os impostos a serem calculados nesse processo.

O ponto de equilíbrio é um indicador de segurança definido pelo resultado da diferença entre custos e despesas sobre a margem de contribuição (lucro bruto). Esse indicador define quanto a sua empresa deve vender para pagar todos os custos e despesas e o quanto deve vender para gerar o lucro pretendido. Esses valores de venda são definidos no planejamento de vendas do setor estratégico da sua empresa.

Outro indicador importante utilizado na formação de preço é o Markup, resultado entre a soma do lucro desejado e o custo total unitário do produto ou serviço. Dentro desse, custos, impostos, fretes, seguros e outras despesas devem ser consideradas. Esses cálculos podem ser feitos com operações básicas de matemática em planilhas de excel ou softwares especializados. Geralmente esta segunda opção tem um custo elevado.

 Para que os cálculos sejam reais, os valores a serem lançados nos demonstrativos contábeis são fundamentais; por isso a transparência dentro da empresa é fundamental na gestão do negócio como um todo. Sem ela, provavelmente os retornos pretendidos não serão satisfatórios e podem levar a empresa à situações difíceis e infelicidade aos donos do negócio.